Fazer bons investimentos é indispensável para quem quer ter o dinheiro trabalhando para si. Porém, muita gente ainda se mantém atrelada aos grandes bancos, deixando de lado uma corretora de valores.

Essa decisão pode não ser a mais indicada para o seu dinheiro e para fazê-lo render é fundamental saber onde é melhor investir. Com portes e características diferentes, essas instituições trazem resultados distintos e que precisam ser observados. Ao mesmo tempo, é indispensável garantir a segurança dos seus recursos e o atendimento ao seu perfil e às suas necessidades.

Elaboramos este artigo para lhe ajudar na tarefa de escolher a melhor instituição na hora de investir. Continue a leitura e saiba mais.

Quais são as características do investimento em bancos?

Para melhorar o lucro e atingir determinados resultados, os grandes bancos têm um portfólio relativamente limitado de opções para investimento. Em geral, apenas oferecem os ligados à própria instituição, o que faz com que as oportunidades sejam limitadas.

Além de tudo, o perfil do cliente é considerado de maneira bastante intensa. Quem não tem tanto dinheiro para investir, normalmente, tem acesso a opções pouco vantajosas. É muito comum encontrar opções realmente atrativas, mas que são limitadas somente para quem pode aplicar mais de R$ 1 milhão, por exemplo.

Na maioria dos casos, os investidores são direcionados para opções muito lucrativas para a instituição, mas que não oferecem tantos resultados para quem aplica. Por outro lado, há uma forte sensação de segurança. Como as organizações são muito consolidadas, é comum que as pessoas sintam que estão fazendo um negócio muito mais seguro quanto investem recursos nos grandes bancos.

Como acontece o investimento na corretora de valores?

No outro extremo, há as corretoras de valores, que são instituições independentes que fazem a administração de dinheiro para diversos investimentos. A principal vantagem desta opção é que há uma diversificação na oferta. É comum que a corretora não esteja limitada a marcas específicas, o que permite que ela ofereça ótimas opções de aplicações, com rentabilidade e perfil de risco adequados.

Além disso, a preocupação principal é com o cliente, o entendimento do seu perfil de investimento (em vez de apenas olhar para o perfil de crédito) e a seleção de opções que favoreçam a conquista de objetivos.

Outra questão é que as corretoras de valores precisam atrair os clientes com maior intensidade, já que não contam com a base dos grandes bancos. Por isso, oferecem condições diferenciadas, como taxas menores em muitas aplicações.

A principal desvantagem ocorre diante da necessidade de fazer transferências para a conta da corretora, devido às taxas cobradas pelos próprios bancos. Por isso, com este incômodo, caso opte por investir um valor baixo, como por exemplo R$30,00 no Tesouro Direto, o investidor pode ter prejuízo por conta das transferências bancárias.

Qual é a melhor opção?

Cada investidor tem o seu perfil e suas necessidades, mas, em geral, investir em uma corretora de valores é muito mais benéfico do que ficar em um grande banco. Embora o investimento na instituição bancária seja mais prático e cômodo, é exatamente esta condição que faz com que ele seja menos atraente. É a aparente falta de riscos que faz com que a rentabilidade seja bem menor — muitas vezes, abaixo do mercado.

Isso não significa que a corretora de valores seja uma opção insegura. Pelo contrário, ao escolher uma boa instituição é possível ter a segurança de que seus recursos serão administrados corretamente.

Além de tudo, esta opção oferece o acesso a condições muito mais vantajosas e diversificadas, atendendo a diferentes objetivos e interesses. Com isso, é possível lucrar mais, diversificar a carteira e conquistar uma estratégia bem-sucedida de investimento.

Como aproveitar para investir melhor?

Tendo selecionado a corretora de valores, você terá acesso a uma boa variedade de elementos e possibilidades. Porém, é indispensável saber como aplicar melhor os seus recursos e, nesse cenário, os fundos de investimento são excelentes opções. Incluí-los em sua carteira é benéfico por motivos como:

Maior diversificação da carteira

Os fundos de investimento podem aparecer em diversas formas. Há os imobiliários, os de ações, os cambiais, os multimercados e muito mais. Ou seja, há opções que aplicam os recursos em várias possibilidades e setores de mercado, permitindo que cada investidor escolha o que fizer sentido para seus interesses.

Mais do que isso, essa abordagem permite uma diversificação de carteira. Sendo de renda variável na maior parte das vezes, ajuda a pulverizar o dinheiro em várias áreas, melhorando o desempenho.

Diluição dos riscos com boa rentabilidade

Ao mesmo tempo, investir em um fundo é menos arriscado justamente porque um grupo de investidores assume o risco. Com cada um oferecendo uma cota para formar o total que será movimentado, há uma diluição dos riscos entre todos e uma redução das possibilidades de perda.

Porém, isso não significa diminuição da rentabilidade. Na verdade, muitos fundos possuem um histórico de performance adequado, com rentabilidades que podem ficar acima do mercado. Com isso, há possibilidades de haver um ótimo desempenho.

Facilidade de acesso

Com a participação das cotas, forma-se um volume de recursos muito maior para que ocorra o investimento. Ou seja, as corretoras podem movimentar um montante financeiro bem mais robusto, o que significa que há o acesso a opções que, normalmente, não estão disponíveis para o investidor individual.

Isso leva a uma rentabilidade e a um desempenho com possibilidades diferenciadas, bem como a uma atuação que tende a ser satisfatória.

Aumento da transparência

Um dos receios de quem investe nesses fundos é que o dinheiro será movimentado sem nenhum conhecimento por parte dos participantes do grupo. A realidade em uma boa corretora de valores, entretanto, é diferente.

Nesse caso, há total transparência na hora de reportar resultados e ações, de modo que todos saibam como os recursos estão sendo aplicados e quais são os efeitos obtidos. Assim, há maior segurança e tranquilidade para manter a aplicação nesses fundos.

Entre um banco ou uma corretora de valores, a segunda opção oferece opções diversificadas e mais vantajosas de investimento, deixando sua carteira mais robusta — inclusive, com a ajuda dos vários fundos.

Por falar nisso, leia um artigo que preparamos para que saiba mais sobre fundo de investimento e entenda como usar esta opção a seu favor!

Guia Pratico 2.0 Investindo em Fundos Imobiliários