[Investir em ouro] Fazer um investimento adequado ao seu perfil de investidor não é fácil. Por isso, você pode acabar com a sensação de que o seu dinheiro não é bem aproveitado.

Se identificou com essa situação? Pensando em ajudar você a ter um investimento adequado às suas necessidades, vou explicar como é possível investir em ouro nos dias de hoje.

Separei para você um resumo de como está o mercado do ouro nos últimos anos e as 5 melhores formas de fazer seu dinheiro render com esse metal precioso.

Então, confira agora como aproveitar bem os seus recursos!

O mercado do ouro nos últimos anos

No ano de 2015 a grama do ouro foi muito valorizada, ela subiu cerca de 30%. É muito raro ter um investimento que tenha uma valorização igual a do ouro nesse ano.

Isso aconteceu por que ele é negociado internacionalmente. No Brasil o preço desse metal valioso é determinado pelas bolsas de valores de Nova York e de Londres.

A caixa econômica federal penhorou 11,3 bilhões de reais no ano de 2016. Esse alto valor de empréstimos feito pelo banco se deu devido ao reajuste da tabela de penhor.

Nessa situação, 1 grama de ouro (que custava 66 reais) passou a custar 76 reais. Isso representa uma valorização de 15% desse metal amarelo.

Conheça 5 formas de investir em ouro

Como você pode ver, a tendencia é que o ouro seja cada vez mais valorizado no mercado. No entanto, é muito raro ouvir alguém dizer que investe em barras de ouro.

Isso se dá porque dificilmente uma pessoa ficará rica de uma hora para a outra por comprar uma barra desse metal. 

Esse investimento deve ser feito por pessoas que pretendem manter os seus recursos independente da situação econômica do país. É um ótimo investimento para diversificação, não só em momentos de crise.

A longo prazo esses investimentos valerão muito a pena. Você não deve ter pressa em obter um retorno financeiro

Mas, como investir em ouro hoje em dia? Veja 5 formas de fazer isso:

1. Compre barras de ouro

Para investir em ouro, nada mais óbvio do que comprar as barras desse metal e estocar em casa. Se o seu perfil é o de ter o ouro perto de si, pode ser escolhido diversas formas de adquirir esse metal e negociá-lo sem dó.

No entanto para estocá-lo em casa, seja em barras ou seja na forma de joias, existe uma grande preocupação com a segurança desse investimento. Ter em casa o ouro torna maior a possibilidade de ele ser roubado. 

Uma vantagem de investir dessa forma é que podem ser feito compras em pequenas quantidades. Mas, existem ainda outras formas de adquirir o ouro e mantê-lo em segurança.

2. Procure fundos de investimentos

Investir em fundos de investimentos é uma excelente opção para quem não tem muitos recursos e deseja investir em ouro. Ao seguir esse caminho você deve procurar uma corretora, abrir a conta e transferir o dinheiro para a compra da quantia desejada.

Como você pode perceber, investir dessa forma é simples e livre de burocracia. Além disso as aplicações podem ser feitas a partir de 5 mil reais, tornando essa uma boa opção para quem não quer investir um alto valor de dinheiro.

Eventualmente existem opções de COE atrelado a ouro, a vantagem é que essa opção normalmente oferece uma proteção do principal investido, ou seja, o preço do ouro caindo durante o período do investimento não existe risco de perda.

3. Participe de leilões

Outra boa opção para investir em ouro é participar de leilões. Nesses eventos pode ser encontrado ouro de excelente qualidade e em um preço um pouco mais baixo do que o mercado geralmente oferece.

No entanto, para fazer esse tipo de compra você precisa ter alguma experiência no mercado do ouro. Dessa forma, você não será facilmente levado pela emoção.

Suas compras nesses eventos deve ser feita com muita cautela. Você não deve fazer a compra de produtos que sejam difíceis de negociar no mercado e nem escolher objetos que não sejam de boa qualidade.

4. Adquira ouro da BMF&Bovespa

Adquirir o ouro por meio da Bolsa de Valores de São Paulo — BMF&Bovespa — é um empreendimento muito seguro para quem deseja descobrir como entrar no mercado desse metal amarelo.

É possível fazer com eles a compra de forma física (em que você recebe o ouro) ou financeira (na qual você investe o seu dinheiro e eles guardam o bem adquirido).

Esse tipo de compra é muito parecida com o investimento feito em ações. Por isso, negociar dessa forma exige que você tenha uma grande quantidade inicial de recursos para investir.

5. Faça a compra por meio do Banco do Brasil

O Banco do Brasil trabalha com uma forma parecida a BMF&Bovespa. Você precisa ser correntista do banco para conseguir fazer essa operação.

O investimento em ouro pode ser feito por meio de qualquer agência do BB. Como a procura desse tipo de investimento não é muito comum, alguns funcionários não possuem um bom conhecimento de como esse negócio com a instituição funciona.

No entanto, essa alternativa pode ser muito vantajosa já que o banco garante comprar novamente o ouro dos clientes que fizeram o investimento.

Investir em ouro vale a pena

O investimento em ouro é muito vantajoso. Além de ele estar cada vez mais valorizado é uma excelente forma de proteger os seus recursos durante os momentos que o mercado está em baixa.

Quando a inflação está alta e existe uma crise financeira instalada o ouro não diminui o seu valor, ou seja, a inflação não afeta o preço desse metal precioso de forma negativa, muito pelo contrário ele tende a ser valorizado.

Além disso, o ouro não é encontrado facilmente. Essa escassez faz com que o valor desse metal sempre seja mantido.

Investir em ouro é uma opção para quem procura meios para manter e aumentar os recursos que tem. Mas, você deve fazer isso levando em conta o seu perfil. As sugestões que apresentei foram elaboradas para que a sua escolha seja a mais certeira possível. Caso ainda tenha dúvidas em como selecionar o melhor tipo de investimento agende um diagnóstico gratuito comigo ou com nossa equipe

Gostou de saber como é possível investir em ouro? Quer conhecer outras formas de investimentos? Assine nossa newsletter e receba no e-mail as nossas novidades!

Guia Pratico 2.0 Investindo em Fundos Imobiliários