Quer ser sócio de uma empresa e periodicamente receber parte dos lucros sem precisar trabalhar? É a vida dos sonhos de muita gente. Mas o melhor de tudo é que esse sonho pode virar realidade se você prestar atenção em uma palavra: dividendos.

Fique calmo, trabalhar com dividendos é muito mais fácil do que parece e tenho certeza de que até o final deste artigo você entenderá bem como funciona.

Eles são excelentes opções para investir seu dinheiro e geram uma renda boa para quem aplica nas melhores ações do mercado. Continue a leitura deste artigo e saiba mais sobre o assunto.

Afinal, o que é um dividendo?

Vou explicar de uma maneira que ficará bem claro. Para começar, lembre-se que toda empresa tem como prioridade gerar lucro. Afinal, sem isto ela entra no vermelho, fica no prejuízo e cedo ou tarde fecha as portas. Sempre que uma organização consegue lucrar, ela precisa distribuir parte desses lucros entre os acionistas. É isso que chamamos de dividendos.

Em linhas gerais, podemos dizer que o dividendo está para o acionista assim como o salário está para o funcionário. É um direito. Quando você se torna acionista de uma empresa, ao comprar ações, você receberá dividendos como forma de rentabilidade.

Qual a diferença entre dividendos e distribuição de lucros?

Distribuição de lucros e dividendos são conceitos muitos parecidos, mas há uma diferença básica que é importante saber: falamos em “distribuição de lucros” quando nos referimos a uma sociedade limitada; os “dividendos” são usados em outro contexto. Valem para uma sociedade anônima, na qual o capital financeiro é dividido em ações. Essas ações são propriedade dos acionistas e são eles que recebem os dividendos.

Como posso me tornar um acionista?

É muito fácil ser um acionista. Qualquer pessoa que comprar uma ação de empresa listada na bolsa de valores é um acionista. Por isso, se você quer ganhar com dividendos, comece a olhar com mais atenção para o mercado financeiro. Quanto mais ações você tiver, maior será o dividendo que vai cair na sua conta. Cabe ressaltar, porém, que as empresas não distribuem 100% do lucro: parte é reinvestida nela mesma e parte vai para os acionistas.

Outra questão importante que preciso deixar clara é que cada empresa mantém uma política diferente de distribuição. Essas diferenças refletem em situações importantes, como o percentual do lucro dividido e as datas em que esse pagamento é realizado aos acionistas.

Por isso, é importante analisar a política de dividendos das empresas em que você pretende investir. Assim, saberá quais pagam dividendos melhores e quais encaixam no seu perfil de investimento.

Como escolher as melhores ações para ganhar com dividendos?

Este é o item mais complexo do artigo. Não existe fórmula mágica e é importante que você analise com cuidado as opções. No entanto, há algumas dicas que pode seguir para construir uma carteira de sucesso e que pague bons dividendos.

  1. Faça o diagnóstico com um especialista: essa é a primeira e a principal dica. Antes de comprar as ações, converse com um consultor de investimento que conheça bem do assunto. Ele vai indicar as melhores opções do momento;
  2. Leia jornais e revistas especializados: publicações segmentadas estão sempre divulgando listas das empresas que pagam mais dividendos. É uma excelente fonte de consulta que pode lhe ajudar a tomar a decisão;
  3. Analise você mesmo: depois de seguir as duas dicas anteriores, vá você mesmo ao site da empresa (na seção para investidores) e analise a política de dividendos. Veja a periodicidade, o percentual e o histórico de pagamento.

Com as dicas acima, suas chances de obter sucesso no investimento são enormes. Por isso, não deixe de segui-las.

O que preciso saber para tomar uma boa decisão?

Neste item vou explicar brevemente alguns termos importantes no mundo dos dividendos. São conceitos que valem a pena serem entendidos para tomar a melhor decisão de investimento.

Dividend Yield

É o termo mais importante. O dividend yield é o índice que expressa a divisão de quanto a empresa paga em dividendos pelo preço de suas ações. Isso é muito relevante porque revela o retorno em relação ao que foi investido.

Índice de cobertura de dividendos

O índice expressa a relação entre o lucro e os dividendos a serem pagos. Sua importância está em auxiliar o acionista a medir se os lucros conquistados são suficientes para a empresa honrar o compromisso com os acionistas.

Data ex-dividendo

O termo expressa a data-limite, determinada pela empresa, para que os detentores de ações tenham direito ao pagamento de dividendos.

Plano de Reinvestimento dos Dividendos

O PRD, com o é chamado, é uma opção que algumas companhias colocam à disposição para que os dividendos sejam automaticamente utilizados na compra de mais ações da própria empresa.

Subscrição

Se uma empresa opte por aumentar seu capital social, uma das formas é colocando novas ações no mercado através de uma Oferta Pública de Ações (OPA), e os atuais acionistas têm prioridade na aquisição destas novas ações na proporção das ações que já possuem.

Como é feita a divisão de renda entre os acionistas?

No caso das empresas listadas na Bovespa, a distribuição dos dividendos deve ser no mínimo equivalente a 25% do lucro líquido ajustado. Esse lucro é dividido pelo número de ações que a empresa tem e que são negociadas nos pregões. Para saber quanto você vai ganhar, basta multiplicar o número de ações que você comprou pelo valor do dividendo declarado. Vamos ilustrar com um exemplo.

Imagine que você comprou 1000 ações da empresa X e ela anunciou que vai pagar 80 centavos por ação. No total, você vai ganhar R$ 800. O melhor de tudo é que o dividendo é um valor monetário, é dinheiro vivo que cai na sua conta. Isso tudo sem incidir imposto de renda.

Lembra que no início do texto eu afirmei que os dividendos são simples de entender? Então, eles são uma ótima opção para quem quer investir em ações e manter uma remuneração periódica. Além disso, são simples de lidar e podem ser usufruídos por todas as pessoas.

Gostou de conhecer mais sobre o assunto? Não se esqueça de conversar com um consultor de investimento para ter ainda mais sucesso no mundo dos dividendos. Aproveite e assine a nossa newsletter para receber mais conteúdos como este e melhorar sua vida financeira.

Guia Pratico 2.0 Investindo em Tesouro Direto